Publieditorial

'Vem Brincar’: incentivo à leitura de forma lúdica

Brinquedotecas foram entregues em comunidades de Betim, Contagem e Igarapé; projeto contemplou mais de 1.100 alunos

Publicado em 10 de novembro de 2023 | 11:20

 
 
Projeto 'Vem Brincar' contemplou mais de 1.100 alunos de escolas municipais em Betim, Igarapé e Contagem Projeto 'Vem Brincar' contemplou mais de 1.100 alunos de escolas municipais em Betim, Igarapé e Contagem Foto: Divulgação
normal

O hábito de leitura é comprovadamente benéfico para todos os públicos, mas tem efeito ainda mais positivo quando é incentivado desde a infância, uma vez que amplia o aspecto socioemocional e as visões de mundo, fazendo com que as crianças sejam capazes de compreender e transformar o contexto em que vivem.

Um levantamento realizado pelo Instituto Pró-Livro (IPL ) em parceria com a Abrelivros, a Câmara Brasileira de Livros e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel), em 2020, revelou que a faixa dos 5 aos 10 anos de idade é o perfil com maior frequência de consumo de livros de literatura. Essas crianças representam 23% de toda a população e costumam ler diariamente ou quase todos os dias por vontade própria. 

Com o objetivo de despertar nos alunos o hábito da leitura, o projeto Vem Brincar realizou, nos dias 23 e 24 de outubro, a entrega gratuita de brinquedotecas e oficinas de contação de histórias em escolas públicas de Betim, Contagem e Igarapé.

Em cada escola foi construído um cenário com elementos de uma biblioteca, com objetos que saem da imaginação dos personagens e ajudam na contação da história. As brinquedotecas entregues contam com 40 exemplares de livros de literatura infantil, sendo dez em braile, 30 brinquedos educativos e um kit de tapete EVA. Já a contação de histórias apresentou para as crianças o título “Julinha Relógio na Biblioteca”, do autor Sérgio Vale, da Editora Komedi.

Nos três municípios, 1.150 alunos foram contemplados pela iniciativa, que contou com intérpretes de Libras e monitores, que auxiliaram o público no espaço e também orientaram os participantes com deficiências físicas, visuais ou que apresentam espectros, síndromes ou doenças que geram algum tipo de limitação.

Apoio
Realizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura, o projeto Vem Brincar tem a produção da Faço Arth Produções, apoio da SSP Produções e Altia, patrocínio do Grupo SADA e é realizado pelo Ministério da Cultura, do governo federal. “Está no DNA do Grupo SADA, desde a sua criação, o propósito de transformar o mundo em que vivemos em um lugar melhor. Por isso, temos priorizado cada vez mais nossas agendas ESG, fortalecendo nossa governança corporativa e investindo em projetos socioambientais que tornem nossa sociedade mais justa, gerando impacto direto e indireto em diversas regiões do país”, afirma Daniela Medioli, vice-presidente do grupo.

 

Escolas contempladas pelo projeto

Em Betim
Escola Municipal Osório Aleixo da Silva, no campo Granja Verde; e Escola Municipal Adelina Mesquita Januzzi, no bairro Campos Elísios.

Em Igarapé
Associação Educativa e Cultural de Igarapé, no bairro Três Poderes.

Em Contagem
Casa de Apoio Contagem, no bairro Eldorado.