Apac Betim recebe visita de comitiva de outras associações do país | O TEMPO Betim
 
Referência

Apac Betim recebe visita de comitiva de outras associações do país

Cerca de 30 participantes do 9° Congresso das Apacs, que acontece nesta semana em BH, estiveram na unidade betinense nesta sexta-feira (24)

Publicado em 24 de junho de 2022 | 17:28

 
 
normal

Cerca de 30 participantes do 9° Congresso das Apacs, que acontece nesta semana em Belo Horizonte, visitaram a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados de Betim nesta sexta-feira (24). Eles chegaram ao local pela manhã, almoçaram com os recuperandos do regime fechado e conheceram a rotina do local, inaugurado em 31 de março último.

“É uma comitiva. São 30 pessoas que vieram de diferentes partes do país - além de um representante de Portugal -, e algumas, inclusive, têm vontade de implantar uma Apac em seu Estado. Estamos recebendo gente do Maranhão, do Paraná, do Ceará, do Rio Grande do Norte e de outras regiões de Minas Gerais também. Graças a Deus, eles estão gostando do que estão vendo aqui”, disse a presidente da unidade, Renata Rachid.

A presidente da Apac de Pato Branco, no Sudoeste do Paraná, Neli Ariotti, era uma das visitantes. “A experiência de estar aqui, em Minas, participando do congresso dos 50 anos da Apac e conhecendo as instalações da unidade de Betim está sendo muito gratificante. É uma experiência inédita, um local aprazível. Eu já tenho uma paixão grande pelas Apacs. Com o congresso e essa visita, a gratificação e o amor à causa aumentam ainda mais”, disse Neli.

Para os recuperandos, receber a comitiva e participar do evento também foi motivo de satisfação. “Pra gente é um privilégio receber essa visita porque, por meio desse congresso que está acontecendo, podemos melhorar a nossa Apac, trazer mais infraestrutura, melhorias”, ponderou Wesley Dicares.

Flávio Raimundo completou: “No sistema comum, não havia essa alegria que estamos tendo aqui. Hoje é um dia especial porque ao menos as pessoas veem a gente com outros olhos, com olhos humanos”, concluiu.

Atualmente, existem 63 Apacs no Brasil – 46 delas em Minas Gerais – e 12 no exterior. A proposta desse modelo é recuperar o detento e reintegrá-lo ao convívio social. A unidade de Betim abriga, atualmente, 58 recuperandos, sendo 53 deles no regime fechado.