Artesãos de Betim participam de encontro promovido pela prefeitura | O TEMPO Betim
 
Assistência

Artesãos de Betim participam de encontro promovido pela prefeitura

Evento será realizado nesta terça (7), a partir das 17h, na sede da Seter; na ocasião, serão anunciadas mudanças no projeto Economia Solidária

Publicado em 06 de junho de 2022 | 14:47

 
 
normal

Mais de 400 artesãos de Betim vão se reunir na sede da Superintendência de Trabalho, Emprego e Renda (Seter) nesta terça-feira (7), a partir das 17h, para participarem do Programa Municipal de Apoio ao Artesão e à Economia Solidária. A iniciativa da prefeitura terá um fórum mais amplo para discussões, deliberações, encaminhamentos, formatações de políticas públicas, acompanhamento e avaliação de resultados.

De acordo com a Seter, os artesãos já cadastrados estão sendo convocados. “É com a contribuição deles que nós vamos obter mais informações sobre como se dará esse novo modelo de economia solidária no município. Nesse encontro, nós vamos criar a composição provisória do Fórum Municipal de Apoio ao Artesão e de Economia Solidária, no qual os artesãos poderão se reunir sempre que necessário. Esse é também o primeiro passo para que o cadastrado possa usufruir dos benefícios da participação nesse nosso programa por meio dos espaços de venda que a prefeitura tem dentro do Partage Shopping e do Mercado Central de Betim”, explica o superintendente de Trabalho, Emprego e Renda, Antônio Carlos Rocha.

Ele ressalta que é importante o comparecimento do artesão já cadastrado na Seter para que sejam passadas as instruções de como participar do programa, que terá novidades. “Esse fórum será mais amplo. Todas as pessoas que têm algum envolvimento com artesanato, seja por meio de uma associação ou de atuação individual, terão o apoio do programa. Este é um primeiro passo que damos. O segundo é que nós teremos, dentro do programa, uma formação contínua e permanente por meio de cursos em parceria com entidades e universidades de Betim”, adianta Antônio Carlos.

Os artesãos em Betim

A Seter tinha, até 2021, um total de 72 artesãos cadastrados. Atualmente, esse número passa de 400 inscritos, o que, segundo o superintendente, significa o crescente interesse desses profissionais em relação ao programa de apoio à atividade.

Do total de artesãos registrados, 45% são do sexo masculino e 44% são do sexo feminino. O restante (11%) preferiu não se manifestar. Além disso, 83% disseram que ainda não participam de nenhum tipo de organização de apoio ao artesão. Outros 74% nunca participaram de evento organizado pelo Poder Público. E mais da metade desse total não possui outra fonte de renda.

A iniciativa

O Programa Municipal de Economia Solidária é coordenado pela Seter e busca a oferta de serviços aos seus cadastrados, o apoio à produção artesanal, a organização das finanças ou do consumo baseado na cooperação, o que é chamado de autogestão, ou seja, na economia solidária não existem patrão nem empregados, pois todos os integrantes do empreendimento (associação, cooperativa ou grupo) são, ao mesmo tempo, trabalhadores e proprietários.

Em relação aos artesãos, todo tipo de trabalho pode ser abrigado nessa incubadora de empreendimentos que o programa desenvolve por meio da Seter. Trata-se de uma incubadora permanente, que trabalha a formação dos artesãos e disponibiliza  oportunidades de exposição e venda dos seus produtos, com o objetivo de gerar renda. 

A Seter fica na rua Tito Pedrosa, 55, no Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3531-1268.