Betim entrega a primeira subestação móvel de energia produzida em Minas | O TEMPO Betim
 
Cemig

Betim entrega a primeira subestação móvel de energia produzida em Minas

Maquinário, desenvolvido pelas empresas TS Infraestrutura e Tsea Energia, atenderá cidades de todo o Estado

Publicado em 31 de maio de 2022 | 19:58

 
 
normal

Agilidade no restabelecimento de energia para os cidadãos betinenses e dos demais municípios de Minas. Esse é o principal benefício propiciado pela primeira subestação móvel produzida em Minas e entregue nessa terça (31), em Betim, na região metropolitana, à Cemig. O maquinário, feito pelas empresas TS Infraestrutura e Tsea Energia, com sede no município, é o primeiro de uma série de dez que serão produzidas para serem utilizadas pela companhia energética. 

A subestação tem capacidade para fornecer energia a 25 mil residências e atender aproximadamente 100 mil pessoas.  

“Seja por causa acidental ou mesmo por uma manutenção programada, a subestação móvel pode substituir a local enquanto o trabalho é realizado sem impactar a distribuição de energia aos moradores”, explica o técnico da Empresa de Construções, Obras, Serviços, Projetos, Transporte e Trânsito de Betim (Ecos), Paulo Márcio Carneiro. 

Segundo o diretor de distribuição da Cemig, Marney Tadeu Antunes, atualmente a companhia energética possui 25 subestações móveis para atender todo o território de Minas. Com a entrega realizada, são 26. “Com as novas máquinas que estão sendo produzidas aqui, em Betim, vamos conseguir substituir as subestações mais obsoletas e ampliar nosso atendimento. A proposta é que, ao fim, fiquemos com 27 máquinas em operação”, detalha Antunes. 

“Mais de cem pessoas foram envolvidas na participação desse projeto. Ele é fundamental para evitar situações como a que aconteceu há pouco tempo no Amapá. Naquele episódio, milhares de pessoas ficaram sem energia por mais de 15 dias”, destaca o presidente da TS Infraestrutura, José Lázaro Alves Rodrigues, referindo ao apagão que aconteceu no estado em novembro de 2020.