Betim inaugura túnel na entrada de novo parque industrial | O TEMPO Betim
 
Obras viárias

Betim inaugura túnel na entrada de novo parque industrial

Passagem subterrânea faz parte do complexo viário da continuação da Via Expressa; inauguração é neste sábado (30)

Publicado em 28 de setembro de 2023 | 10:21

 
 
Túnel tem duas faixas e cinco metros de altura, permitindo também o tráfego de veículos de grande porte Túnel tem duas faixas e cinco metros de altura, permitindo também o tráfego de veículos de grande porte Foto: Prefeitura de Betim/Divulgação
normal

Vai ser inaugurado neste sábado (30), em Betim, na região metropolitana de BH, o túnel Joseph Bacha, que fica na entrada do parque industrial homônimo instalado entre os bairros São João e Santa Cruz, com inauguração marcada para a mesma data. 

A passagem subterrânea integra um conjunto de obras viárias que vão impulsionar o desenvolvimento da região, que vai receber a continuação da Via Expressa, que terá mais de 20 km de extensão. “O complexo viário de trânsito rápido unirá os principais pólos logísticos da região metropolitana em vias construídas que ligarão a região central de Belo Horizonte a Brumadinho (Inhotim), passando por Betim, que já abriga um extenso parque industrial”, destaca a prefeitura. 

O túnel foi construído por meio de contrapartida da iniciativa privada, responsável pela instalação do novo parque industrial da cidade. Com a conclusão da obra, veículos que seguem pela BR-381 passam a ter acesso ao trecho de 3,3 km de vias construídas que levam ao Contorno de Betim. A passagem subterrânea possui duas faixas e cinco metros de altura, permitindo também o tráfego de veículos de grande porte.

A liberação do acesso ao túnel pela BR-381 depende, agora, dos prazos legais estabelecidos pelos órgãos federais de trânsito e pela Arteris Fernão Dias, concessionária que administra a rodovia. O trecho construído da Via Expressa após o túnel já tem iluminação e sinalizações horizontal e vertical. 

Extensão da Via Expressa

A continuação da Via Expressa vem sendo desenvolvida pela Prefeitura de Betim em conjunto com os governos de Minas e de São Joaquim de Bicas e Brumadinho por meio de parceria público-privada. Com a extensão viária, o fluxo de veículos na BR-381 e no Anel Rodoviário vai reduzir, proporcionando mais agilidade. “Além disso, o projeto impulsionará o desenvolvimento econômico da região, permitindo acesso fácil ao Aeródromo e ao Instituto Inhotim, maior museu de arte contemporânea a céu aberto do mundo, localizado em Brumadinho, o que fortalece também o turismo empresarial e cultural da região”, frisa o Executivo betinense.

Nos limites de Betim, pouco mais de 3 km já foram executados, o que corresponde à região onde foi instalado o Parque Industrial Logístico Joseph Bacha até o bairro São João e os acessos aos bairros do entorno. Outros mais de 3 km estão em execução, partindo da avenida Fausto Ribeiro da Silva, no Bandeirinhas, em sentido à rodovia estadual MG-155.

Os demais trechos já estão em processo de desapropriação e licenciamento ambiental. A previsão é que as licitações tenham início ainda neste ano. “O projeto prevê três faixas em cada sentido da via de trânsito rápido a partir do trecho do Parque Industrial Logístico Joseph Bacha. A continuação da Via Expressa e a construção do túnel são projetos de grande importância para os municípios que compõem a região metropolitana de Belo Horizonte, bem como para a população que precisa fazer o deslocamento intermunicipal”, diz a superintendente de Projetos Públicos da Secretaria Municipal de Ordenamento Territorial e Habitação (Sorteh), Bárbara Gomes. 

A partir da rodovia estadual MG-155, a obra será de responsabilidade da mineradora Vale S.A., conforme acordo firmado com o município de Brumadinho. No projeto, consta ainda uma ponte sobre o rio Paraopeba, no limite entre Betim e São Joaquim de Bicas, possibilitando a continuidade do trecho de mais 9,4 km até a rodovia MG-040, próximo à entrada do Inhotim.

Localização estratégica de Betim foi um dos atrativos para o empreendimento

A localização estratégica e a conectividade viária com grandes centros econômicos de Minas e do Brasil foram fatores determinantes para a escolha de Betim como sede do Parque Industrial Logístico Joseph Bacha, segundo o diretor da Construtora Concreto – realizadora do empreendimento junto ao Grupo JAB –, Miguel Safar Filho.

“A cidade já se destaca por abrigar grandes empresas como a Fiat e a Petrobras e pela vocação para receber centros de distribuição. Ainda temos a implantação do aeroporto que está sendo construído e a facilidade de aprovação de projetos para instalação de novas empresas, que é uma segurança às companhias que pretendem se implantar na região”, avalia Safar Filho.

Com uma área total de 1 milhão m², o parque industrial abriga 131 lotes de 2.500 m² a 165 mil m², que já estão sendo comercializados. A previsão é que empresas de segmentos variados (como de logística, indústria de alimentos e concessionárias de veículos pesados) comecem a operar no local em até 12 meses, segundo o diretor da Construtora Concreto. “Pela procura que estamos tendo, acreditamos que a área irá se desenvolver em um curto espaço de tempo”, finaliza Safar Filho. 

Matéria atualizada dia 4 de outubro, às 11h22.