Jovem de 22 anos é assassinado dentro de casa, em Betim | O TEMPO Betim
 
Vargem das Flores

Jovem de 22 anos é assassinado dentro de casa, em Betim

Rapaz teria discutido com dois suspeitos momentos antes do crime; segundo a irmã, ele estava envolvido com o tráfico de drogas

Publicado em 05 de janeiro de 2023 | 11:40

 
 
normal

Um jovem de 22 anos foi morto a tiros dentro de casa, no bairro Vargem das Flores, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, no início da madrugada desta quinta-feira (5). Segundo a Polícia Militar (PM), um vizinho acionou a corporação depois de ouvir barulhos de disparos de arma de fogo.

Ao chegarem ao endereço informado, os policiais encontraram o rapaz caído no chão com ferimentos na cabeça. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas a morte foi confirmada ainda no local. De acordo com a PM, a perícia constatou que o jovem apresentava quatro perfurações na cabeça.

Ainda segundo a polícia, o vizinho contou que acordou ao ouvir algumas pessoas exaltadas no outro imóvel. Ele se levantou para verificar o que estava acontecendo e viu o rapaz discutindo com dois homens. Na sequência, vieram os disparos. A dupla, então, pulou o muro e se encontrou com um terceiro suspeito, que esperava na rua. Todos fugiram a pé em direção ao bairro Itacolomi, conforme relatado pelo morador, que ressaltou que não seria capaz de identificar o trio, já que todos usavam bonés.

Uma irmã do jovem morto, que mora na mesma casa, informou à polícia que ele estava envolvido com o tráfico de drogas na região e que inclusive foi preso no ano passado por esse crime. Ela disse também que saiu do imóvel por volta das 19h para se encontrar com o namorado, e, quando retornou, já encontrou o irmão morto. 

Ainda de acordo com a mulher, no momento do crime, havia duas crianças na casa, filhas dela, que estavam sob a guarda do rapaz assassinado. A PM não confirmou essa informação nem informou se encontrou as crianças no local.

Outras pessoas ouvidas pelos militares relataram que o jovem já teria atirado contra um homem e estaria sofrendo ameaças de uma gangue. Até o momento, nenhum suspeito do homicídio foi preso. A PM segue fazendo diligências.