Presidente da Liga de Desportos de Betim explica o torneio | O TEMPO Betim
 
Copa Vagalume

Presidente da Liga de Desportos de Betim explica o torneio

Inédita na cidade, competição terá jogos noturnos em campos contemplados pelo projeto de iluminação

Publicado em 07 de outubro de 2023 | 10:00

 
 
“Isso é a realização de um sonho. Como as comunidades têm ganhado com essa iluminação, que possibilita a realização de diversas atividades”, afirma Beto Santana “Isso é a realização de um sonho. Como as comunidades têm ganhado com essa iluminação, que possibilita a realização de diversas atividades”, afirma Beto Santana Foto: Ronaldo Silveira
normal

Inédita em Betim, na região metropolitana de BH, a Copa Vagalume terá início no próximo dia 24, às 19h30, no campo Domingão, no Granja Verde. A competição vai acontecer aproveitando os refletores que vêm sendo instalados pela prefeitura há cerca de um ano em diversas regionais do município pelo projeto de modernização desenvolvido pela administração municipal.

Em entrevista ao O Tempo Betim, o presidente da Liga de Desportos da cidade, Beto Santa, antecipou como vai ser o evento esportivo.

Há quanto tempo preside a Liga? 

Eu era o vice-presidente. Assumi a presidência em 17 de outubro do ano passado. Está sendo bem movimentado e está fluindo bem.

Quantos campeonatos a Liga apoia? 

Hoje, temos o Classista, que é um campeonato muito tradicional em Minas Gerais, e é a Liga que sedia. As séries A, B e C municipais; os campeonatos mirim, infantil, juvenil e júnior; os veteranos 40 e 50; e o municipal feminino.

Qual a estrutura atual da Liga e há quanto tempo ela existe? 

A Liga foi criada em 1968. É uma organização já tradicional no futebol amador. Hoje, temos presidente e vice-presidente, que é o Marcelino do Sindicato. Temos uma diretoria bem atuante, com conselheiros fiscais e deliberativos.

Esses campos iluminados eram uma demanda antiga das comunidades? 

Na verdade, isso é a realização de um sonho. Como as comunidades da cidade têm ganhado com essa iluminação, que tem possibilitado diversas atividades, campeonatos noturnos, coisas bacanas para que a gente possa utilizar a estrutura que o governo proporcionou ao esporte amador da cidade.

Em que isso contribuirá para a realização da Copa Vagalume? 

É interessante a gente poder falar aqui, em primeira mão, sobre a Copa Vagalume. Era um desejo do governo, junto com a Liga, promover um campeonato noturno, mas isso não era possível antes por causa da iluminação precária, que dificultava a realização de atividades à noite. Hoje, a iluminação de LED, com a qualidade que tem, motivou. Atualmente, a Liga tem mais de cem clubes filiados. Quando começou esse movimento de iluminação dos campos, a primeira coisa que os dirigentes começaram a perguntar foi se teria um campeonato noturno. Aí, veio a possibilidade da Copa Vagalume. Estamos com as inscrições avançadas, e, em breve, daremos início à copa. A previsão é que ela comece no dia 24 de outubro, com o jogo inicial no campo Domingão. Vamos fazer um sorteio para saber quais clubes terão a honra de fazer essa abertura, mas não tenho dúvidas de que vai ser um grande jogo.

Quantos times vão participar? 

As inscrições são livres, abrimos para todo mundo que tiver interesse. Trinta e quatro equipes já retiraram a ficha de inscrição. Então, a nossa expectativa é que fique nessa média de participantes. Todo clube filiado e legalizado junto à Liga terá o direito de participar da competição.

Qual a meta a partir de agora? 

Já lançamos a Copa Vagalume para o nome pegar e fortalecer. Que, no ano que vem, possamos, com essa estrutura, fazer mais competições noturnas. Qualquer impedimento ou barreira que havia por questão de estrutura não existe mais. As comunidades poderão ir para a beira do campo à noite pra assistir a bons jogos.