Programação em Betim alertará sobre perigos do tabagismo | O TEMPO Betim
 
Perigo

Programação em Betim alertará sobre perigos do tabagismo

Prefeitura promoverá atividades gratuitas em unidades de saúde para conscientizar população que fuma sobre riscos a que está exposta e oferecer tratamento pela rede SUS

Publicado em 26 de maio de 2023 | 20:30

 
 
normal

Responsável por cerca de 90% das mortes por câncer de pulmão, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), o tabagismo pode ser tratado na rede municipal de saúde. Para informar o cidadão betinense dos serviços disponíveis e conscientizá-los sobre os perigos a que estão expostos, a prefeitura preparou uma programação de atividades gratuitas na próxima semana, que vão celebrar o Dia Mundial sem Tabaco, estabelecido em 31 de maio pela Organização Mundial da Saúde (OMS). 

Na segunda (29), entre 7h e 9h, a equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Bemge promove uma palestra, com a distribuição de material informativo, abordando temas como tabagismo e risco vascular; atuação química do cigarro no organismo; doenças causadas pelo tabaco;  o uso do cigarro eletrônico; e como vencer o tabagismo.

Na terça (30), das 15h às 16h, haverá uma roda de conversa sobre tabagismo com o médico e educador físico Ricardo Eugênio, no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Teresópolis.

Na quarta (31), os usuários da UBS Cruzeiro do Sul receberão informações sobre o Grupo de Cessação do Tabagismo, que auxilia pessoas a pararem de fumar. 

Em junho, no dia 6, ainda como ação simbólica da data, será a vez  de a UBS Duque de Caxias oferecer, na sala de espera da unidade, orientação sobre o Grupo de Cessação do Tabagismo.

Tratamento na rede SUS Betim

A rede SUS Betim oferece, por meio do Programa de Controle do Tabagismo, a  aos tabagistas o tratamento para parar de fumar, que envolve realização de reuniões em grupos com abordagem cognitiva-comportamental, consultas individuais e, se houver necessidade, medicamentos.

No início deste mês, a Secretaria Municipal de Saúde promoveu a capacitação “Abordagem e Tratamento do Fumante” para 45 profissionais. Além disso, as equipes das 38 UBSs estão sendo qualificadas para acolher pessoas que procuram atendimento visando parar de fumar.

Entre os benefícios obtidos por quem para de fumar estão a melhora do funcionamento dos pulmões já até 24 horas depois da interrupção; do olfato e do paladar após dois dias; e da circulação e da respiração em três semanas. Além disso, o risco de morte por infarto é reduzido pela metade um ano depois que a pessoa largou o cigarro, e, entre cinco e dez anos, esse risco volta a ser igual ao de uma pessoa que nunca fumou.